O MEU YOGA

Todos somos máquinas perfeitas, limitadas pelo nosso mundo. Os nossos hábitos, medos e obstáculos é que nos deixam desalinhados.

Deparamo-nos com desafios constantes, que põem à prova a nossa capacidade física, mental e emocional. E, nos dias que correm, à velocidade com que vivemos, é difícil encontrar energia para responder a tudo.

 


Respirar fundo. Este momento é meu.

Praticar Yoga é um acto de amor próprio. Trabalhamos o corpo, melhoramos a postura, ganhamos força. Em paralelo, desenvolvemos a concentração, o foco, o auto-reconhecimento. Avaliamos o que sentimos, estamos presentes.

Todo este trabalho permite desenvolver a nossa resposta a emoções negativas como a frustração, a ansiedade e a raiva. Cultivamos o auto-controle, a confiança e a calma. Gerimos o stress.

Não é fácil ser vulnerável. É necessário desalinhar velhos costumes, para alinhar novas práticas.  O medo pode prender-nos, mas também pode ser um combustível que se transforma em coragem. Para praticar Yoga é só disso que precisa: vontade… e um tapete.